Carregando…

Consultoria de imagem e estilo não é “Esquadrão da Moda”

Esses dias ouvi um comentário relacionando o trabalho da Consultoria de Moda e Estilo com o Programa Esquadrão da Moda, quando ouvi aquilo me deu até um calafrio.

Como Consultora de imagem, e por já ter visto o programa, sei bem que trabalham de uma forma diferente da nossa e me senti na obrigação de explicar. Vou começar explicando passo-a-passo como funciona cada um deles, enfatizando as diferenças entre as propostas de trabalho. 

O Programa se trata de um reality show, onde a participante é indicada por parente ou amigos que acham que ela se veste mal ou que não tem estilo. Na Consultoria de Imagem pessoal, a cliente é quem procura os nossos serviços por alguma necessidade.

No Reality, a participante é considerada vítima, vítima por não saber se vestir de acordo com o padrão de quem a indicou, e em nenhum momento do programa aparece eles fazendo uma real entrevista de conhecimento da participante (não sei se realmente não é realizada). Já na Consultoria, a cliente é considerada instrumento de uma pesquisa que ocorre com muito diálogo e etapas, para que seja possível identificar qual os seus desejos e objetivos. É necessário ter o máximo de informação da cliente, por exemplo: vontades, rotina, gostos, além de estilos, biótipo, para que assim possamos alinhar e criar em conjunto qual a sua melhor Imagem.

Todo esse processo inicial é de extrema importância, para que nós e até mesmo a cliente possa se conhecer melhor e ver o que realmente vai importar nas próximas etapas, que será a revitalização do seu guarda-roupas e montagem de looks. Vale lembrar que na Consultoria completa são abordadas também as etapas de Coloração pessoal e Visagismo. Já no programa eles já partem para o guarda-roupas da vítima, pegam as roupas e as levam para o studio.

Chegando no studio, os apresentadores acabam descartando no “lixo” muitas peças, sem ouvir a opinião da vítima. Já na Consultoria, a etapa de Closet Cleaning é conhecida como Revitalização, pois avaliamos juntas todas as peças,  seguindo os filtros: peças que tem cores e modelagem que a beneficiam, peças que continuam no guarda roupas, peças que serão doadas ou vendidas, peças que serão levadas para conserto e as peças que realmente serão descartadas (por estarem desgastadas).

Após fazer toda essa análise, são montados opções de looks otimizando as peças que a cliente já tem, e se verificado que para a imagem que a cliente quer passar ficou faltando alguma peça chave, é considerada uma possível futura compra, que a cliente efetua quando e onde quiser. Enquanto no Programa, a vítima ganha 12 mil reais em compras de roupas em lojas pré selecionadas, que pode não ter haver com o estilo da vítima, além de ganhar também um dia no salão de beleza com mudança nos cabelos e make, (porém sem saber as cores e tons corretos para a pele, pois não fazem a etapa de coloração pessoal e nem etapa de visagismo).

Para finalizar, dizem que recuperaram a auto estima e que a vítima tem um novo estilo, no entanto, em nenhum momento aparece eles investigando esses quesitos. Já parou pra pensar que a vítima poderia não ter baixa estima e nem problemas com o estilo?

Quero deixar claro que não tenho nada contra o programa, seguem regras e orientações dos diretores e também dos patrocinadores. Só me incomoda utilizarem a formação da apresentadora como se a “vítima” fosse ganhar uma consultoria, pois não é assim que acontece na prática da Consultoria de imagem pessoal. 

Esse post tem o objetivo de esclarecer que o processo de Consultoria realizado por uma Consultora de imagem não é o mesmo que ocorre no Programa, espero ter contribuído.

Gostou do post de hoje ou ficou com alguma dúvida, entre em contato comigo.

0 Comentário(s)

Deixe um comentário

Seu comentário foi enviado para a moderação!